Abdômen

O exercício abdominal é um dos mais conhecidos exercícios para desenvolvimento e fortalecimento da musculatura abdominal, principalmente do músculo reto abdominal. É também um modelo pertencente ao método Hiit, que dentro deste, pode sofrer muitas variações, de acordo com a necessidade do praticante.

Quando se refere em trabalhar a musculatura do abdômen a referência é dos músculos anteriores e laterais do tronco. Além de funcionarem como sustentadores das vísceras abdominais e da respiração ocupam-se com movimento do tronco de flexão, encurvamento lateral e rotação. Além disso, protegem os órgãos internos contrachoques mecânicos.

Esses músculos consistem de grandes folhas em várias camadas, suas fibras correm em várias direções, contribuindo para a força das camadas combinadas. Um arranjo semelhante de fibras é visto na região torácica, onde os intercostais externos e internos representam duas camadas correspondendo aos músculos oblíquos externo e interno do abdômen.

A linha alva ou alba é uma faixa fibrosa na linha mediana da região abdominal estendendo-se desde o processo xifoide do osso esterno acima até o púbis da região pélvica embaixo. Essa linha une as aponeuroses dos músculos dos lados direito e esquerdo.

Os Músculos Que Compõem O Abdômen

  • Músculo Reto Abdominal
  • Músculo Oblíquo Externo
  • Músculo Oblíquo Interno
  • Músculo Transverso Abdominal

Como Deve Ser a Frequência de um Treino Abdominal

Antes de tudo, deve-se entender que os músculos abdominais não são muito diferentes dos outros músculos. Mas estão acostumados com uma grande carga de trabalho, pois além de auxiliarem na respiração, nos movimentos do tronco e no suporte da postura (junto com a lombar) ao longo do dia, eles são requisitados quando se treina outros grupos musculares.

Portanto, os músculos abdominais por serem sinérgicos a outros grupos musculares é desnecessária uma frequência excessiva de dia de treino.

Temos que lembrar que volume e intensidade são variáveis de treinamento que andam juntas. Se o treino não é tão intenso poderá treinar a musculatura abdominal alternando com um dia de descanso. Mas se o treinamento for mais intenso é recomendado que o intervalo seja em torno de 48h (dois dias). Uma recomendação poderia ser executar na semana um dia de treino abdominal mais intenso e dois dias menos intensos.